terça-feira, 27 de setembro de 2011

Poluição tira dois milhões de vidas por ano



A organização Mundial da saudê (OMS) anunciou que por causa da poluição do planeta do ar mata mais de 2 milhões de pessoas por ano. Doenças respiratórias, como asma e crônica de gripe estados são as principais consequências das emissões de gases de efeito estufa.
Se você reduzir o nível de partículas grandes e pequenas na atmosfera poderiam ser evitados 1.090.000 mortes. O risco de doença respiratória ou cardiovascular é muito maior em cidades cujos ar tem níveis mínimos de pureza. Baseado em dados revistos, Mongólia e Botswana são os países com os maiores níveis de partículas grandes acima de 200 mg / m3 (microgramas por metro cúbico), 10 vezes o padrão recomendado pela OMS. Eles são Egito, Bangladesh, Bósnia-Herzegovina, Inda, Kuwait, Nepal, Nigéria, Paquistão, Arábia Saudita, Senegal, Emirados Árabes Unidos e Irã, em todo 100μg/m3. "Geralmente, as cidades ainda são locais poluídos . Há poucos que atendem as recomendações da OMS, como o caso dos escandinavos, que têm aumentado os seus transportes públicos e fazer cumprir rigorosamente as leis.Na Europa, a situação é semelhante, os transportes representam uma elevada percentagem de poluição devido ao aumento do número de veículos ", disse Maria Neira, diretora do Departamento de Saúde Pública e Meio Ambiente da OMS. Os sinais mais evidentes do impacto da poluição ambiental em humanos são infecções respiratórias e diarréia. Os dois juntos geram mais de três milhões de mortes a cada ano, o que poderia ser evitada através da redução, no caso de doenças respiratórias, o uso de combustíveis sólidos (madeira, carvão, etc), a queima de florestas , o nível de poluição do tráfego de veículos ou exposição de fumaça do tabaco promover o acesso à água potável, latrinas e melhorar as medidas de higiene, evitando a 94% de todas as diarréicas.

Artigo completo em:http://actualidad.rt.com/ciencia_y_tecnica/medioambiente_espacio/issue_30220.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário